Fale Conosco

Conteúdo atualizado em 19.03.2020


Projeto Saúde Bucal na Síndrome de Down

Marianne Ramalho, Assessoria de Comunicação da PUSP-B
23/09/2015

Projeto Saúde Bucal na Síndrome de Down

Alunos da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB) da Universidade de São Paulo (USP) vão apresentar o resultado do projeto “Saúde bucal em todas as idades para pessoas com Síndrome de Down”, no 5º Simpósio Aprender com Cultura e Extensão da USP, a ser realizado nos dias 17 e 18 de novembro, no Centro de Eventos da USP de São Carlos.

O evento é promovido pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU) da USP, com o objetivo de reunir projetos que contribuam para a formação do aluno, envolvendo a pesquisa que resulta em ações de cultura e extensão com impacto social.

O projeto “Saúde Bucal em todas as idades para pessoas com Síndrome de Down” integra o Programa Aprender com Cultura e Extensão da USP e tem como orientadora Carla Andreotti Damante, professora doutora da Disciplina de Periodontia da FOB/USP e colaboração do mestre Rafael Ferreira.

Integram o projeto as alunas bolsistas da FOB: Valeria Nicole Jurfest Teodovich (Fonoaudiologia), Bruna Oliveira Bunduki (Fonoaudiologia) e Elisabete Aparecida Caetano Ferreira (Odontologia).

O projeto também contou com a ajuda de voluntários: André Figadoli (dentista e ex-aluno da FOB), Gabriela Sousa (advogada), Maria Renata José (doutoranda da Fonoaudiologia da FOB) e Mariana Dias de Moraes e Juliana Nakamura Teruya (graduandas em Fonoaudiologia da FOB).

A ideia do projeto surgiu com base nas atividades realizadas durante o mestrado de Rafael Ferreira sob orientação da professora Carla Andreotti Damante, devido à grande necessidade de instrução da higiene bucal aos pacientes com Síndrome de Down e seus cuidadores.

O objetivo desse projeto é permitir o acesso aos pais/responsáveis legais, cuidadores e profissionais de áreas afins, informações sobre a importância e de como realizar e manter uma adequada higiene oral, além de esclarecer e conhecer quais são as principais dúvidas e dificuldades encontradas por eles referentes à higienização oral.
 
Com os participantes com Síndrome de Down, o objetivo foi a realização de atividades de educação em saúde, mostrando de forma lúdica como se realiza a correta higienização oral. O projeto visa todas as idades, desde bebês até pacientes adultos, sendo as informações adaptadas de acordo com a idade.
 

                   Atividades realizadas


As atividades aconteceram em março (em comemoração ao Dia Internacional da Síndrome de Down em 21 de março) e em 20 de setembro deste ano.  Os integrantes do projeto realizaram as atividades no Centro Médico Unimed de Lençóis Paulista a convite do Grupo de Apoio para Pessoas com Síndrome de Down do município.

O mestre Rafael Ferreira ministrou a palestra “Saúde bucal em todas as idades para as pessoas com Síndrome de Down”, totalizando 40 pais/responsáveis legais e cuidadores, com a proposta de orientação quanto a correta higienização em todas as idades e também discorreu sobre as características peculiares presentes na boca dos pacientes com Síndrome de Down e o importante papel dos pais na manutenção da saúde bucal.

Além da palestra foram apresentados vídeos com conteúdo e técnicas de escovação para facilitar a transmissão do conhecimento de maneira lúdica.

Os demais integrantes do projeto fizeram atividades de pintura, orientação da correta higienização dentária e apresentações musicais para 20 crianças, na faixa etária de 2 até 17 anos, com Síndrome de Down.

Com o auxílio da música foi possível melhorar o processo de adaptação ambiental e o condicionamento comportamental do paciente frente ao atendimento odontológico e na orientação de higiene bucal, facilitando a comunicação paciente-profissional.

Esse projeto teve papel fundamental na formação dos alunos da graduação, evidenciando a importância e a necessidade de atividades de promoção e prevenção em saúde bucal desses pacientes que tanto necessitam.

Foto: Confraternização ao final das atividades, o cirurgião-dentista André Figadoli, a graduanda em Fonoaudiologia Valeria N. Jurfest Teodovich, a advogada Gabriela Sousa, uma mãe e seu filho do Grupo de Apoio de Lençóis Paulista, o cirurgião-dentista e mestre Rafael Ferreira, a graduanda em Fonoaudiologia Bruna Bunduki e a  fonoaudióloga Maria Renata José

imprimir





 Envie sua sugestão de notícia