Fale Conosco

Conteúdo atualizado em 19.03.2020


Neuropsicologia infantil é tema de Encontro na FOB

Luís Victorelli
02/10/2012

Neuropsicologia infantil é tema de Encontro na FOB

No próximo sábado (06/10) vai acontecer no Teatro da Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de São Paulo (FOB-USP) o I Encontro de Neuropsicologia na Infância: Dislexia, TDAH e Autismo. O evento objetiva promover o conhecimento sobre os transtornos que causam impacto na qualidade de vida e produtividade escolar da criança, adolescente e adulto. Os públicos-alvos são universitários, professores, pais e interessados em dislexia, déficit de atenção e autismo.

A promoção é uma parceria da FOB-USP, Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC-USP), Associação Brasileira de Neurologia e Psiquiatria Infantil (Abenepi), Laboratório de Pesquisa em Distúrbio e Dificuldades de Aprendizagem e Déficit de Atenção da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Campinas (Disapre) e Centro de Investigação da Atenção e Aprendizagem(Ciapre).

O evento é coordenado pelas professoras Maria de Lourdes Merighi Tabaquim, do Departamento de Fonoaudiologia da FOB-USP e da Pós-graduação do HRAC-USP; Sylvia Maria Ciasca, coordenadora do CIAPRE/DISAPRE e docente da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp e Cintia Alves Salgado Azoni, coordenadora do Núcleo Campinas da Abenepi. A programação e outras informações podem ser obtidas no site www.fob.usp.br ou pelo telefone 14 97541777.

Conheça mais:

Dislexia. É um transtorno de aprendizagem na área da leitura, escrita e soletração, de maior incidência nas salas de aula, acometendo 5 a 17% da população mundial. Não é resultado de má alfabetização, desmotivação, condição sócio-econômica ou baixa inteligência.

TDAH. O Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH) é o termo atual para designar um transtorno do desenvolvimento específico observado tanto em crianças quanto em adultos, que compreende déficits na inibição do comportamento, da atenção sustentada e na resistência à distração, bem como, a regulação do nível de atividade da pessoa às demandas de uma situação, cujo comportamento se expressa por inquietação.

Autismo. É um transtorno invasivo do desenvolvimento, associado a diversas síndromes e marcados por atrasos e desvios nas áreas social, da comunicação e do comportamento, com padrões repetitivos e limitados de interesse, resistência a mudanças, maneirismos motores e respostas atípicas às experiências sensoriais.

imprimir





 Envie sua sugestão de notícia