Fale Conosco

Conteúdo atualizado em 19.03.2020


Mais de 3 mil pessoas visitaram mostra na USP

Marianne Ramalho, Assessoria de Comunicação da PUSP-B
01/07/2013

Mais de 3 mil pessoas visitaram mostra na USP

A exposição “Cabeça Dinossauro: o novo titã brasileiro” está sendo um sucesso desde que foi aberta a visitação pública no dia 14 de junho, e já foi vista por mais de 3.000 pessoas, com uma média de 300 visitantes por dia, dos quais 150 crianças.

A mostra é uma realização da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária, Museu de Ciências e Museu de Zoologia (MZ) da Universidade de São Paulo (USP), com parceria da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB), Prefeitura do Campus USP de Bauru (PUSP-B) e Prefeitura Municipal de Bauru, sendo exibida no ginásio de esportes do campus de Bauru da USP.

Hussam El Dine Zaher, diretor do Museu de Zoologia (MZ) da USP informa que a mostra exibe o primeiro titanossauro com o crânio completo encontrado na América do Sul.

Como um dos autores da descoberta dessa nova espécie de dinossauro, Zaher considera que o conhecimento paleontológico tem um impacto grande em questões relacionadas com a existência do homem, e a noção de que houveram ciclos de vida na terra que são muito mais antigos do que os nossos.

Com relação a exposição, o diretor do MZ acredita que é a extensão mais palpável do trabalho. “Talvez nós estejamos estimulando aspirações, vocações, em algumas dessas crianças que visitam a mostra e se deparam com a grandiosidade do dinossauro. É certamente um elemento a mais para a criança poder pensar um pouco sobre o universo, o mundo, a vida”, afirma Zaher.

Renata Giancoli, professora do 3º ano do Ensino Fundamental da Escola Estadual Professor Silvério São João, localizada em Bauru, acrescenta que a exposição é importante para os alunos conhecerem a história dos dinossauros, observarem seus ossos, e afirma que as crianças ficam encantadas porque nunca viram isso de perto.

“Eu achei mais interessante o dinossauro e aprendi que ele parece com uma ave”, acrescenta o aluno Rogério Benedito de Oliveira Filho, 8 anos. Vitória Kauanny Carneio Soares, 8 anos, também gostou e afirma que muitas pessoas acham que as aves de hoje são os dinossauros de ontem.

“Achei a exposição muito legal porque a gente vê os esqueletos dos dinossauros”, disse Kalebe Medeiro de Oliveira, 8 anos.

Bruno Brancalhão Berbel, funcionário da Seção de Pessoal da PUSP-B e monitor da exposição afirma que está sendo uma boa experiência trabalhar na mostra porque o público é bem diversificado. “Já tive contato com turmas de crianças de 6, 8 e 10 anos, e cada idade tem um tipo de interesse. Uns gostam das brincadeiras, pinturas e outros focam em perguntas sobre o dinossauro”.

A monitora Denise Maria Regiane, funcionária da Administração da FOB, formada em Ciências com Habilitação em Biologia pela Unesp Bauru, considera esta experiência fantástica porque percebe a troca de informações. “As crianças sabem muito sobre os dinossauros e valorizam esses animais”.

Serviço:

A exposição “Cabeça Dinossauro” ficará aberta à visitação pública, com entrada franca, no ginásio de esportes do campus de Bauru da USP até o dia 31 de agosto de 2013.

De segunda a sexta-feira, das 9h às 16h30 e aos sábados das 9h às 12h. Informações/Agendamentos no telefone: (14) 3235-8394. O campus de Bauru da USP localiza-se na Alameda Dr. Octávio Pinheiro Brisolla, 9-75, Vila Universitária.



•    Paleontologia é uma área do conhecimento dedicada ao estudo de restos de animais e vegetais “pré-históricos” ou evidências de suas atividades ao longo do tempo geológico, produzindo informações que possibilitam suporte à elaboração de teorias em diversas áreas da História Natural.


Foto: Monitores e crianças da Escola Estadual Professor Silvério São João

Crédito da foto: Giane Quintela

imprimir





 Envie sua sugestão de notícia