Fale Conosco

Conteúdo atualizado em 19.03.2020


Pesquisa da Fono ouve pediatras de Bauru

Luís Victorelli
30/09/2014

Pesquisa da Fono ouve pediatras de Bauru

30 pediatras da Secretaria Municipal de Saúde de Bauru estão sendo convidados para participar da pesquisa “Fonoaudiologia e Pediatria - Conhecimento de pediatras sobre o desenvolvimento da linguagem".  Os estudos fazem parte da dissertação de Mestrado em Fonoaudiologia da FOB-USP da pediatra Alessandra Nicolas Cesar de Medeiros, sob orientação da professora Simone Aparecida Lopes-Herrera.

A professora Simone informa que o conhecimento das fases do desenvolvimento da linguagem infantil é de suma importância para a identificação precoce de possíveis alterações. “Como o pediatra é o profissional que acompanha o desenvolvimento infantil, desde o nascimento da criança, cabe a ele acompanhar as fases do desenvolvimento tanto da linguagem quanto motor para, além de orientar a família, realizar o diagnóstico e o encaminhamento precoce do que não está dentro da normalidade para que o quanto antes possa ser feita a intervenção”.

O principal objetivo da pesquisa é avaliar o conhecimento dos pediatras sobre o desenvolvimento da linguagem infantil antes e depois da visualização de um website específico sobre o tema. O objetivo secundário é avaliar se o website acrescentou algum conhecimento para os profissionais. Participarão deste estudo 30 pediatras da Secretaria Municipal de Saúde de Bauru, que serão entrevistados pela pesquisadora, em seus locais de trabalho (ambulatório ou pronto- socorro).

Questionários


Serão aplicados três questionários, sendo o  primeiro com o perfil profissional; o segundo e o terceiro serão avaliativos, com perguntas objetivas, antes e após a visualização do website, sobre o conteúdo do mesmo. Para cada questionário, serão dados até 30 minutos para preenchimento dos mesmos. Após a coleta de dados, será realizada análise descritiva e comparativa dos questionários. Podem participar pediatras com especialização ou clínicos gerais que atendam em pronto-atendimentos ou plantão.

A orientadora ressalta que esta é uma pesquisa de muita relevância na área da saúde pública. “Vemos que muitas crianças chegam para um diagnóstico tardio das alterações da fala, linguagem e audição, em decorrência da falta de encaminhamento dos pediatras para o fonoaudiólogo. Saliento que o blog foi elaborado em nosso programa de pós-Graduação, em pesquisa realizada anteriormente sob orientação da Profª Luciana Paula Maximino, que auxilia neste estudo”.

Os questionários e mais informações sobre a pesquisa podem ser acessados no website www.fonopediatria.com. Para chegar aos questionários cliquem “Avalie este site – Pediatras”, na aba direita. O prazo previsto para as respostas é até 30 de outubro.

imprimir





 Envie sua sugestão de notícia