Fale Conosco

Conteúdo atualizado em 19.03.2020


USP realiza Encontro Internacional sobre Erosão Dentária

Marianne Ramalho, Assessoria de Comunicação da CCB/USP
18/10/2010

USP realiza Encontro Internacional sobre Erosão Dentária

Será aberto no dia 20 de outubro, às 8h30, no Teatro Universitário da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB) da Universidade de São Paulo (USP) o “1 International Meeting – Erosion 2010” (1º Encontro Internacional sobre Erosão Dentária).

O evento é uma promoção da Disciplina de Bioquímica do Departamento de Ciências Biológicas da FOB/USP e acontece no período de 20 a 22 de outubro. Participam da solenidade de abertura autoridades do campus, professores, alunos e congressistas.

O encontro é coordenado pelas professoras Marília Afonso Rabelo Buzalaf e Ana Carolina Magalhães e vai reunir 6 palestrantes internacionais procedentes dos Estados Unidos, Canadá e Europa e 12 palestrantes brasileiros para discutir o tema lesões não cariosas, com ênfase na erosão dentária.

A programação científica aborda os aspectos bioquímicos, fatores etiológicos, diagnóstico clínico destas lesões, assim como estratégias preventivas e terapêuticas nos casos em que o paciente já apresenta o problema.

A professora Ana Carolina Magalhães esclarece que a erosão é uma perda de estrutura dentária de esmalte e eventualmente de dentina, que são os tecidos duros do dente, em função de exposição a ácidos.

Os ácidos da cárie dentária são produzidos por bactérias e no caso da erosão os ácidos podem ser de origem externa, denominados “ácidos extrínsecos”, provenientes de bebidas como refrigerantes, sucos de frutas cítricas e de alimentos como as próprias frutas cítricas, afirma a professora da FOB/USP.

Os ácidos internos denominados “ácidos intrínsecos” são oriundos do estômago e pacientes que apresentam bulimia, refluxo gastroesofágico, no período de gravidez com episódios de vômitos, são exemplos de pacientes de risco para a erosão dentária.

A professora Ana Carolina informa que dentre as lesões não cariosas a abrasão aparece como um desgaste ocasionado por fatores mecânicos de origem externa à boca, por exemplo a escovação e hábitos como morder a ponta do lápis.

Tanto os fatores químicos como os ácidos e os fatores mecânicos podem levar ao desgaste dentário, causando dor e a necessidade de restauração, porque o paciente perde a estrutura dentária e isso vai influenciar em sua vida, no aspecto doloroso e no aspecto social em função de ser uma lesão muito evidente, com isso o apelo estético também está envolvido.

Os interessados em participarem do Encontro devem acessar o site: www.fob.usp.br/erosion2010 e serão informados da programação científica do evento,informações gerais sobre Bauru e a inscrição propriamente dita que pode ser feita até o dia do evento.

Informações no e-mail: erosion_2010@yahoo.com.br ou no telefone: (14) 3235-8247 com a professora Ana Carolina.

O evento conta com o apoio e patrocínio da Fapesp, CNPq, Capes, Colgate,OralB,FGM-Dentscare, 3M, Trident, Sanifill, GSK, Baumer, Dental Press, ABO, Karger (Editora da revista Caries Research), Journal of Applied Oral Science (revista da FOB/USP), Gol e Hotel Howard Johnson.

imprimir





 Envie sua sugestão de notícia