Fale Conosco

Conteúdo atualizado em 19.03.2020


A Natureza é Sábia é tema de exposição

Marianne Ramalho, Assessoria de Comunicação da PUSP-B
24/08/2015

A Natureza é Sábia é tema de exposição

O Projeto Atelier & Arte da Seção de Eventos Culturais da Prefeitura do Campus USP de Bauru (PUSP-B) expõe os trabalhos de Fábio Simões Grossi até o dia 31 de agosto, na mostra “A Natureza é Sábia”.

Fábio Simões Grossi é formado em Educação Artística e Arquitetura na Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (FAAC) da Unesp de Bauru e desde criança sempre gostou de pintar.

No período de 15 anos foi professor e pesquisador da Faculdade de Desenho Industrial na FAAC da Unesp de Bauru, e em 2004 aos 50 anos de idade foi acometido pela doença de Parkinson e teve que se aposentar.

Segundo Grossi foi um período muito difícil de sua vida, porque ficou deprimido e só conseguiu sair da depressão ao participar do Grupo de Apoio ao Parkinsoniano (GAP), que o motivou a prática da pintura, trazendo uma sensação de bem-estar.

O GAP foi criado em Bauru em 2005 e segundo a voluntária e fisioterapeuta Valéria Queiroz Quirino seu objetivo é esclarecer dúvidas sobre a doença e auxiliar no tratamento dos parkinsonianos carentes, viabilizando o atendimento gratuito nas áreas de fonoaudiologia, fisioterapia, terapia ocupacional e psicologia.

Grossi afirma que quando era professor não tinha tempo de pintar devido às atividades acadêmicas, mas agora a pintura é um desafio em sua vida porque a mão não treme quando desenvolve esta atividade. Além da pintura o artista faz miniaturas.

Esta é sua terceira exposição individual, sendo que já expos na Casa do Médico e no Correios, durante a Semana do Parkinsoniano. “A Natureza é Sábia” é sua primeira mostra na USP, que reflete sobre a sabedoria da natureza, que com a sua beleza enternece o coração humano.

Grossi expõe 17 trabalhos na técnica acrílica, óleo sobre tela e aquarela. A inspiração vem da beleza da natureza, e quando pinta flores o artista tira uma fotografia como referência e a reproduz em seus quadros.

Para Fábio Grossi, a pintura faz com que se sinta vivo e participante, “é uma chance de comunicação que tenho, porque a doença de Parkinson nos deixa muito isolado do mundo. Mas para mim, a pintura é uma maneira de recuperar a sensação de viver e compartilhar”.

O artista afirma que é importante que os parkinsonianos pensem na possibilidade de tentar pintar, ou fazer qualquer outra atividade que sinta prazer, para evitar o pensamento derrotista e usar a atividade artística como um meio de reencontro. 

A exposição “A Natureza é Sábia” pode ser vista até o dia 31 de agosto, no Centro Cultural da USP, localizado na Alameda Dr. Octávio Pinheiro Brisolla, 9-75, Vila Universitária, em Bauru, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. Informações adicionais no telefone: (14) 3235-8394.

Foto: Fábio Grossi e suas obras

Crédito da foto: Rosemeire Pola

imprimir





 Envie sua sugestão de notícia