Fale Conosco

Conteúdo atualizado em 19.03.2020


Um carinhoso adeus à Maria do Carmo

Luís Victorelli
12/02/2014

Um carinhoso adeus à Maria do Carmo

A comunidade do campus USP de Bauru despede-se com grande comoção da servidora Maria do Carmo Tibiriçá Borro, funcionária da Seção de Expediente da Prefeitura do Campus USP de Bauru (PUSP-B).

“Maria do Carmo trazia no coração um sentimento de atenção para com as pessoas”, lembra Norberto Afonso Bezerra, servidor aposentado, amigo e companheiro de trabalho durante o período em que atuaram juntos na Reprografia do campus (final da década de 1980). “Para a Carmo, todos em sua volta tinham a sua importância e, por isso, era muito querida pelas pessoas. Uma verdadeira amiga!”.

Sua trajetória na USP-Bauru começou em maio de 1986 quando foi contratada pela Coseas para trabalhar no Restaurante Universitário. Em março de 1989, Maria do Carmo foi transferida para a Prefeitura do Campus, onde trabalhou na Reprografia, depois no Serviço Social e nos últimos 21 anos na Seção de Expediente, Protocolo e Arquivo.

 

“Maria do Carmo amava demais a USP. Tinha muito orgulho de trabalhar aqui”, informa Ana Maria Lourenço Gaspar, Assistente Técnico de Direção IV da PUSP-B. “Ela vestia a camisa da Universidade. Sempre muito comprometida com o seu trabalho, dedicou quase 28 anos de serviços na USP, amando e se orgulhando de ser integrante desta Instituição Pública. A distância traz saudades, mas nunca o esquecimento. Partiu do nosso convívio, mas nunca partirá do nosso coração”.

Maria do Carmo Tibiriçá Borro faleceu numa madrugada de segunda-feira, dia 10 de fevereiro de 2014, com 64 anos de idade, vitimada por um infarto. O sepultamento aconteceu no dia 11, no Cemitério da Saudade, em Bauru.

Certamente, se houver um paraíso da forma como imaginamos, Maria do Carmo foi muito bem recebida com um caloroso muito obrigado e um majestoso tapete vermelho... e branco e preto, já que era uma apaixonada torcedora do tricolor São Paulo Futebol Clube. Uma paixão leve e agradável que, aliada a um refinado humor, fazia questão de expressar na decoração de sua sala de trabalho e na conversa cativante com aqueles que lhe queriam bem.

imprimir





 Envie sua sugestão de notícia